Teatro + infos

Teatro

(IN)JUSTIÇA

Ensaio cênico guiado pela indagação "O que os veredictos não revelam?", que reflete sobre aspectos do sistema jurídico brasileiro. Para tanto, conta a história do jovem Cerol, que, involuntariamente, pratica um crime. A partir daí, surgem diversas concepções sobre o que é justiça, seja a praticada pelo judiciário ou aquela sentenciada pela sociedade.

Artista/Coletivo: Companhia de Teatro Heliópolis

Data: 12.12

Horário: 21h


Data: 13.12

Horário: 17h

BICHOS DE BICICLETA

A Pia Fraus completou 37 anos de existência em 2020. Participou dos principais festivais de teatro nacionais e internacionais, em países como Argentina, Uruguai, Colômbia, Chile, Bolívia, Venezuela, Estados Unidos, Espanha, Portugal, Itália, Suécia, França, Inglaterra, Escócia, Índia, Holanda e República Tcheca. Ao longo destes anos, o grupo já trabalhou com diretores como Naum Alves de Souza, Hugo Possolo, Osvaldo Gabrieli, Carla Candiotto, Marcia Abujamra, Ione de Medeiros e Francisco Medeiros, entre outros, realizando também experiências de coprodução e participação com grupos como Parlapatões, XPTO, Balé da Cidade de São Paulo, Acrobático Fratelli e a Orquestra Experimental de Repertório.

Artista/Coletivo: Pia Fraus

Local: Largo do Paissandu > Praça Ramos > Viaduto do Chá > Praça Patriarca > Praça Roosevelt

Data: 13.12

Horário: 13h

UM SHOW DE VARIEDADES PALHACÍSTICA

Um cortejo se saltimbancos vindos da praça central até a Casa de Cultura, passando pela feira, de forma rápida e ágil para não aglomerar pessoas. O Teatro de Rocokóz põe em cena uma família de saltimbancos com suas cantorias, palhaçadas e netos da mais inacreditável "Cara-de-Pau Palhacesca", para divertir toda a criançada e também os adultos. A atividade se dará de forma híbrida, com transmissão ao vivo pelo Facebook durante a apresentação.

Artista/Coletivo: Teatro de Rocokóz

Local: Casa de Cultura de Parelheiros

Data: 13.12

Horário: 11h

SE ESSA TERRA FOSSE MINHA

Alguns seres intergalácticos que passeiam livres pelo espaço fazem uma nova visita ao planeta Terra e, como sempre, se encantam com algumas peculiaridades do nosso mundo. Eles compartilham com as crianças sua visão sobre as belezas da Terra e as convidam a lançar um novo olhar para o mundo que as rodeia. No cortejo “Se essa Terra fosse minha”, os artistas propõem um experiência sonora e sensível sobre as pequenas maravilhas cotidianas e sobre a graça de cada instante, com muita música, dança e alegria.

Local: R. Santa Lúcia X R. Bom Sucesso - Tatuapé

Data: 13.12

Horário: 11h

10 MINUTOS PARA VOCÊ

Você tem 10 minutos pra você? Através dessa pergunta-convite, seis artistas oferecem um valioso presente ao seu público: tempo.

Artista/Coletivo: Coletivo Entre8

Local: Largo do Rosário - Penha de França

Data: 13.12

Horário: 15h

LUIZ GAMA - UMA VOZ PELA LIBERDADE

A concepção do espetáculo baseia-se em uma visão histórica da vida de Luís Gonzaga Pinto da Gama, jornalista, poeta e advogado abolicionista que libertou mais de 500 escravos do cativeiro ilegal. O espetáculo retrata a importância da história de Luís Gama para o nosso país, trazendo à tona assuntos que se refletem na atualidade. Mostra um Brasil que luta contra a desigualdade, em um jogo entre atos que provoca a reflexão sobre a discriminação no passado e a contemporânea.

Local: Biblioteca Adelpha Figueiredo

Data: 13.12

Horário: 18h

PELAS ORDENS DO REI PEDE SOCORRO

Intervenção teatral que utiliza a poesia como forma dramatúrgica com base nos princípios da “cenopoesia”, que acontece com imagem, gesto, canções e palavras que se misturam para completar um todo, levando à cena um recorte de poemas por meio de cenas fragmentadas que transitam entre o cômico e o dramático. Toca em temas do cotidiano com leveza poética, mas de forma contundente.

Artista/Coletivo: Buraco D'Oráculo

Local: Cohab 2 - Espaços Abertos

Data: 13.12

Horário: 18h

KOMBINADO NÃO É CARRO

Liarin, Tayga, Blanco e Perro, mambembes, feito gente que nem a gente, com suas cantigas e danças, transformam as ruas em palco e o público é convidado a escolher um sonho, onde brincar é a ordem do dia, com técnicas circenses de perna de pau, malabares e equilíbrio. Músicas criadas especialmente para o espetáculo, cantadas ao vivo pelos próprios atores, conduzem toda a narrativa para o resgate de brincadeiras já esquecidas.

Artista/Coletivo: Grupo Respeitável Público

Local: Largo da Matriz de Nossa Senhora do Ó Trajeto: Rua José de Siqueira > Rua Anastácio de Souza Pinto > Av Paula Siqueira > Rua da Bica

Data: 13.12

Horário: 11h

CHAPEUZINHO VERMELHO EM TEMPOS DE PANDEMIA

Teatro Sobre Rodas foi idealizado para comunidades carentes de beira de trilho e conjuntos habitacionais desassistidos pela tecnologia 3G, pelo cabo, por dinheiro, igualdade, saneamento, todos confinados em casa ou deixando as crianças sozinhas em casa porque não podem parar de trabalhar. O grupo de teatro chega à rua em uma camionete com um mini circo montado sobre rodas em forma de empanada e o teatro de bonecos acontece. O público assiste de longe, das janelas das suas casas, dos quintais, das sacadas do final da rua. Distanciamento, máscaras, música, arte, poesia. Não há dúvida que a arte sempre dá um jeito de tocar, de cumprir seu papel e de sensibilizar, emitindo através de caixas em alto e bom som que vai ter teatro ali naquele momento. O espetáculo acontece em 10 minutos e segue sobre rodas até mais ali adiante, onde param e fazem tudo de novo.

Artista/Coletivo: Teatro sobre Rodas

Local: Teatro Flávio Império

Data: 13.12

Horário: 12h às 15h

LIVE #FICAFAROESTE

Local: Teatro Alfredo Mesquita

Data: 13.12

Horário: 18h

Teatro PinaCanção

Teatro sobre o acervo da Pinacoteca destinado a adultos e crianças.

Local: Pinacoteca de São Paulo

Data: 12.12 e 13.12

Efemérides Clarice e Especialista

Live #FestivalCulturaEmCasa Efemérides Clarice, com atrizes Patrícia Gordo e Viviane Monteiro e “Especialista”, com André Luís Gomes”. Direção: Marco Antônio Braz".

Artista/Coletivo: Patrícia Gordo, Viviane Monteiro André Luís Gomes e Marco Antônio Braz.

Data: 13.12

Horário: 21h30

ARTES CÊNICAS EM PROCESSO - Episódio 3 – Cia. dos Atores

Projeto revela aspectos da montagem, pesquisa e criação de obras cênicas. Registros em vídeo ou texto, trechos de ensaios e leituras dramatizadas são algumas das ações apresentadas no projeto de incentivo à continuidade dos processos artísticos.

Episódio 3 – Cia. dos Atores

O conflito entre liberdade e autoridade, entre bem público e as ambições pessoais, entre o dever e o interesse, recebem de William Shakespeare um tratamento que coloca esta obra entre os seus melhores textos. Em sua dramaturgia, o autor utiliza a conspiração e a morte do imperador por seus pares para discutir as várias correntes de pensamento sobre este "bárbaro ato", sem cair numa definição arbitrária ou tendenciosa. Na montagem de “Julius Caesar”, pela Cia. dos Atores, o texto mantém sua natureza histórico-política com sua trama original. Sob a autoria de Gustavo Gasparani, surge outro plano na dramaturgia em que o público, ora espectador da peça, ora cidadão de Roma, é parte integrante da cena, participando deste embate de ideias. A situação é exposta e cabe à plateia tirar as suas conclusões. O projeto do espetáculo foi contemplado pela Lei de Incentivo do Estado do Rio de Janeiro e patrocinado pelo OI Futuro.

Local: Sesc Pinheiros

Data: 12.12

Horário: 18h

MOSTRA DE DRAMATURGIA

A Mostra de Dramaturgia, da OC Oswald de Andrade compartilha com o público a leitura dramática de trechos das 29 peças escritas durante os dois módulos da oficina ministrada por Yazbek. As inscrições devem ser feitas via formulário com um dia de antecedência (dia 11/12).

Programação:
“... Ou então seja tempestade”, de Luciana Brunelli.
“Prato frio”, de Oberdan Quintino.
“Ausência”, de Rafaela Pavão.
“Hecatombe G”, de Darlex Machado.
“Amigas?”, de Rita Brancalero.
“Depois de ontem todos os dias são de cinzas”, de Ítalo Saldanha.
“A gente precisa fazer alguma coisa”, de Lana Sultani.
“Oxímetro”, de Moisés Vilas Boas.
“2 de Outubro de 1992: comédia num país sem leis”, de Lucas Redó.

Artista/Coletivo: Samir Yazbek

Local: Oficina Cultural Oswald Andrade

Data: 12.12

Horário: das 14h às 17h (por ordem de apresentação)